Dr Charles Oliveira com paciente Marcio

BLOQUEIO DO ESPLÂNCNICO PARA DOR DO CÂNCER DE PANCREAS

BLOQUEIO NEUROLÍTICO DOS NERVOS ESPLÂNCNICOS CONTROLA A DOR Quando falamos de câncer, é sabido que 80% das pessoas terão dor em algum estágio da doença e que o controle da dor é possível quando instituímos intervenções adequadas. Hoje divido com vocês a história do Sr. Márcio com quem tenho uma ligação quase familiar. Quando criança…

Veja mais
Aparelho de Ultrassom

PROCEDIMENTOS GUIADOS POR ULTRASSOM

A ultrassonografia (US) já é largamente aceita para guiar procedimentos em medicina interna (especialmente em UTIs). A visualização também pode ser feita por tomografia computadorizada (TC) e intensificador de imagens. Hoje a US tem boa aceitação na anestesia regional, medicina esportiva, medicina regenerativa e medicina intervencionista da dor. Uma das vantagens do uso da US…

Veja mais
Corticoides não são todos iguais

Corticoide – é tudo igual?

Acabo de ler a Super Interessante de março de 2015. Incentivado por pacientes que citaram a reportagem, li o artigo “A dor que não passa nunca”. Para quem não leu, resumidamente, é um auto-relato da dor de uma paciente, que ao cair sentada três dias antes de sua formatura em medicina em 2010, fraturou o cóccix (último ossinho…

Veja mais
Radiografia salto

Dor nos pés: razão para evitar o salto alto

Nem sempre subir no salto tem vantagem Dores no joelho e nos pododáctilos (dedos dos pés) são comuns no período seguinte às folias carnavalescas, principalmente entre as mulheres que optaram pelo salto alto. Dores, inchaço, tensão, rigidez matinal e até luxações estão entre as sequelas. Pisar descalço no chão chega a ser um martírio mesmo…

Veja mais